CONHEÇA NOSSAS CERVEJAS

Conheça nossas cervejas ............................ Tira dúvidas .. 1 .. 2 .. 3 .................... Adquira seu Equipamento ............................ Fórum

Como usar seu KEG .. 1 .. 2 .. 3 .. 4 .. 5 .. 6 .. 7 ............ Calcule seu Priming ................ Processo Cervejeiro .. 0 .. 1 .. 2 .. 3 .. 4 .. 5 .. 6 .. 7 .. 8

............................ Encomende seus Kits e Copos ............................

quarta-feira, 21 de dezembro de 2011

Faltam 10 dias

Foi rápido demais! É o que sempre ouvimos. Mas foi bom, isso é o que importa!!!

O ano de 2011 foi um ano de muitas mudanças, vitórias, novas amizades, muitas vendas e reconhecimento. Foi também um ano de esforço, escolhas, sacrifícios até; Contudo no balanço que todos devemos fazer até o dia 31 o positivo certamente estará à frente, afinal estamos todos aqui, juntos, saudáveis, de cabeça erguida e prontos para essa nova etapa a qual chamamos 2012.
 

Quero agradecer a todos que prestigiaram o BREJA DO BREDA este ano e pedi-los que continuem participando com suas dúvidas, depoimentos, pedidos, sugestões, críticas, comentários e até com os "Olá" que recebo por vezes pelo Blog e por e-mail, é muito gratificante saber que de alguma forma aí do outro lado, onde quer que você esteja, está dedicando alguns segundos do seu precioso tempo para se comunicar comigo. Continuem!


Desculpo-me com todos aqueles que depois de agosto/2011 tiveram que esperar um pouco mais pelas postagens, novidades e informações; com aqueles que foram pacientes em aguardar alguns dias para receber uma resposta à sua dúvida de produção ou sobre seu equipamento; com àqueles que, porventura, acabei não respondendo e que enviaram um segundo e-mail, mas que não ficou sem resposta, enfim, muitas coisas mudaram em minha vida nesses últimos cinco meses e arrumar a "casa" demandou um pouco mais do tempo que agora começa a normalizar. A todos vocês minhas desculpas e meus agradecimentos.


Agradeço sim, do fundo da alma, aos meus amores, Pais, Filhos, Irmãos, Namorada, Famílias (com "s" mesmo porque é mais de uma) e Amigos, pelo apoio nessa fase de transição pela qual passamos juntos e que não foi fácil; pela paciência em me aturar o que também não é fácil; pela ajuda com a cerveja nos inúmeros finais de semana em que ficamos às voltas com caldeirões e fermentadores ao invés de sair para nos divertir. Como diz o adágio: "Cada escolha exige uma Renúncia!"
 

No final das contas, foi um ótimo ano:

·         Vendemos o dobro de garrafas do ano passado em metade do tempo – Novo Recorde!

·         Fiz o curso de Sommeliers da ABS e hoje sou um Sommelier em Cervejas;

·         Fui convidado a participar como autor de um dos capítulos da próxima edição do livro de Bebidas Alcoólicas do Professor Waldemar, uma satisfação;

·         Fundei em conjunto com o Professor Waldemar, a Confraria de Cerveja de Botucatu, com reuniões mensais para disseminar o conhecimento cervejeiro na região;

·         Me preparo para desenvolver um projeto de produção de cervejas ainda não existentes no Brasil;

·         Fizemos brassagens triplas em um único dia, provando nossa habilidade no manuseio dos equipamentos e técnicas de produção Artesanal sem automatização de processos;

·         Demos vários cursos práticos de produção de cerveja, muitos deles somente pelo custo dos insumos, para alunos e amigos;

·         Aumentamos nossa produção para possíveis 250 litros por brassagem em Campinas e 100 litros por brassagem em Botucatu – Caseiros de peso “Sim Senhor”;

·         Colocamos o primeiro moinho de malte nacional no mercado o "Malte JOE®" com grande sucesso;

·         Colocamos o primeiro enchedor de garrafas de contra pressão nacional com válvula única de dupla entrada no mercado o "Green Filler®" muitas vendas e cervejas artesanais mais “limpas” no mercado;

·         Criamos a coleção de copos B&R 2011 com 06 modelos diferentes cada um para apreciar adequadamente uma de nossas principais cervejas;

·         Mudamos o lay-out de nossas caixas para os KITs de 03 garrafas e criamos a caixa para 02 garrafas – opção para os apreciadores de nossas cervejas;

·         Produzimos 100 garrafas de 750ml de nossa Qüintos® Tripel - o dobro de 2010;

·         Lançamos nossa primeira garrafa Rolhada, Morgana® Baltic Porter - uma cerveja peculiar – Edição praticamente esgotada;

·         Fizemos mais dois eventos com Cerveja em Barril - 200 litros e 60 litros - Sucesso absoluto;

·         Fiz novos e bons amigos, presenciais e virtuais, através da cerveja;

·         Iniciamos os estudos para mudança de Marca e criação da nova comunicação visual de nossas cervejas.
 

Enfim, foram muitas realizações em pouquíssimo tempo, sem dedicação exclusiva, mas com foco total durante o tempo disponível.


˜


Gostaria de deixar a todos vocês um forte abraço e uma mensagem de Luz, Força e Paz neste período que por muitos de nós tem se tornado algo diferente de seu propósito maior. Deixemos por um instante as coisas do mundo e façamos uma reflexão do que fizemos de bom para nosso espírito, para nossa alma e para nosso próximo durante esse ano que se agoniza, reflita sempre com carinho nunca com rancor e seja verdadeiro na sua análise, encontre os pontos de melhoria e os trabalhe na próxima fase, orgulhe-se das suas conquistas, divulgue-as.


Projete seu 2012 como nunca!
 

Um feliz Natal a todos que me acompanharam e um 2012 de realizações!


Saúde!!!


Breda

segunda-feira, 5 de dezembro de 2011

Sucesso de Vendas!!!

Obrigado a todos os amigos que já adquiriram seus Kits cervejas e copos B&R, as encomendas estão a todo vapor e as entregas já começaram.

Aproveito para informá-los de que já se esgotaram os copos do tipo Goblet ideal para degustação de nossa cerveja Qüintos® Tripel.


Informo também que somente temos disponíveis 05 (cinco) garrafas Especiais de Morgana® Nossa Baltic Porter rolhada de 750ml.
Aproveitem as últimas unidades, façam seus pedidos!

Os demais produtos continuam com o estoque regular e com a programação de entregas para este mês de dezembro.

Aguardo seus pedidos pelo e-mail mhbreda@hotmail.com

Saúde!!!

Breda

domingo, 23 de outubro de 2011

Kits B&R Cervejas Especiais

Demorou, mas estão todos prontos!

Os Kits de cervejas especiais B&R já podem ser encomendados para o final do ano. São várias as possibilidades de montagem de seu Kit para presentear seus familiares, amigos e a você mesmo com algo artesanal e original, diferente de todos os presentes que você já deu a alguém. 

A seguir detalho nossos produtos e algumas opções de montagem, mas cada um pode personalizar seus Kits da maneira que quiser.

Caixas para três garrafas de 600ml



Caixas para duas garrafas 600ml


Os copos, que já foram apresentados, aqui reunidos em uma foto coletiva:


Garrafas Especiais: Morgana® (que terá seu rótulo substituído) e Qüintos®


As garrafas de 600ml serão como a da foto abaixo:



As caixas admitem a colocação de copos, embora não haja uma caixa específica para cada um (chegamos lá no próximo lote), vocês poderão montar seus Kits com garrafas e copos.



Desta maneira podem ser montados Kits com:

Caixa Kit 03
- 03 Garrafas
- 02 Garrafas e 01 Copo
- 02 Copos e 01 Garrafa
- 03 Copos

Caixa Kit 02
- 02 Garrafas
- 01 Garrafa e 01 Copo
- 02 Copos

Ressalvo apenas que os copos de Goblet sugeridos para se degustar a Quintos® Tripel são os únicos que não podem ser montados com as caixas devido a seu diâmetro, mas todos os copos podem ser adquiridos separadamente, pois serão enviados em caixas apropriadas. 

Morgana® e Qüintos® por serem garrafas especiais não são vendidas em caixas e já são um presente por sua apresentação.

Estamos abertos para receber suas cotações e pedidos pelo e-mail mhbreda@hotmail.com lembrando de colocar no campo assunto do seu e-mail a palavra KIT.

As entregas podem ser feitas pessoalmente em São Paulo, campinas e Botucatu e serão feitas por transportadora para qualquer lugar do Brasil, basta que nos enviem junto ao seu pedido o nome de uma transportadora ou empresa de ônibus que leve encomendas que atenda a sua cidade, seu pedido será acrescido dos custos do transporte.

Não pretendemos realizar entregas pelos correios devido à grande probabilidade de danos causados pela forma que a ECT trata os pacotes, mas ainda estamos estudando essa possibilidade.

Os envios começam em 15/11/2011, façam seus pedidos!

Presenteie com B&R cervejas Especiais e faça a diferença.

Saúde!!!

Breda

domingo, 9 de outubro de 2011

Novos copos B&R Cervejas Especiais

Caros confrades, amigos, leitores e cervejeiros, novamente me desculpo pelo hiato entre as postagens, mas o tempo tem sido um material raro nos últimos meses, contudo como no adágio popular, "melhor pingar do que secar" cá estou para divulgar a vocês nosso mais novo lançamento os Copos Personalizados B&R cervejas Especiais.

Nos empenhamos para trazer copos especiais para cada tipo de cerveja focando nas mais produzidas pela B&R e mais pedidas por nossos consumidores, desta maneira chegamos a uma família (a primeira geração) com seis tipos de copos, os quais lhes apresento com orgulho e passo a detalhar.

Como de costume, perdoem este cervejeiro pelas fotos, mas insisto em ser artesanal, além do mais, fotos profissionais de produtos custam tanto quanto os copos, em breve, com a ajuda de vocês consumidores e clientes,  teremos volume para que a comunicação visual seja profissionalizada, por hora ficamos com a produção da comunicação visual caseira mesmo.


Copo B&R Weizen

O copo possui um formato característico, com base espessa, corpo longo e delgado que favorece a apreciação da carbonatação e bojo arredondado com boca larga que favorece a percepção dos aromas trazidos pelo estilo e também induz a formação de espuma a cada gole mantendo a tradicional camada de creme até o final do copo. Optamos por um copo de dimensões menores por duas razões a principal, por mais incrível que possa parecer, é o próprio tamanho do copo padrão que com o passar do tempo se torna incômodo e passa a ser somente um enfeite de prateleira para a maioria de nós (posso falar com conhecimento de causa, tenho vários de varias marcas em minha coleção e há muito nenhum deles recebe o precioso liquido). O segundo fator, o mais importante, é o fato de o copo maior não ter altura compatível com as caixas que elaboramos para os kits B&R de cervejas. Antes de qualquer comentário sobre colocar toda a garrafa no copo de forma a misturar o depósito e blá,blá,blá, não se preocupem, salvo a tradição, não há nenhuma diferença no resultado, eu garanto e as fotos comprovam, além disso uma garrafa serve dois copos, sendo assim possível compartilhar cada garrafa com a namorada, esposa ou com quem você preferir sem que a cerveja esquente demais, depois basta abrir outra, dividir nos dois copos usando o ritual tradicional do serviço da weizen e continuar apreciando a bebida.



Copo B&R Stout

Um dos copos mais desejados pelos apreciadores de cerveja e famoso por sua grande utilização no consumo de cervejas inglesas, o "pint" que leva o nome da unidade de medida de volume (não repetirei a teoria OK), é o mais utilizado para o consumo de cervejas do tipo stout, mas pode também ser o receptáculo de outras Ales inglesas sem cerimônia.
Tem como característica principal o estreitamento do seu corpo na parte inferior de forma a favorecer a formação da também tradicional "chuva" ou "cascata" observada no serviço das boas stouts, além disso favorece a empunhadura do copo, aumenta a capacidade em volume e auxilia na diminuição da troca de calor com a mão do apreciador.
Sua base espessa ajuda na estabilidade do copo além de trazer um visual bastante interessante para o perfil do recipiente, principalmente quando está preenchido com o líquido negro.

Não deixe de provar a Stout B&R no seu copo apropriado.





Copo B&R Red Ale

Escolhemos esse para ser o nosso copo da Red Ale por ser um modelo bastante interessante bem diferente dos demais. Tradicionalmente esse estilo é apreciado em copos pint retos, em copos pint tradicionais (como o da stout ou em copos nonick), mas ousamos e o resultado ficou bem legal. O copo "Samuel Adams" como é conhecido, tem características interessantes como uma base arredondada para dar ênfase ao copo quando servido, a parte inferior do corpo é mais estreita facilitando a empunhadura, a parte superior do copo arredondada e sua boca mais larga favorecem a percepção de aromas, a leve curvatura da borda favorece a adaptação aos lábios e auxilia na distribuição da bebida por todas as regiões da língua maximizando a percepção de sabores e sua curvatura induz a turbulência no interior do copo refazendo a camada de espuma e aumentando a percepção de aromas.  Não perca a oportunidade de ter um desses exemplares em sua coleção, aprecie nossa Red Ale nesse copo super interessante.


Copo B&R Pilsen

Este copo é um dos meus favoritos, aqui também fugimos dos tradicionais "arredondadinhos" ou dos retos com pés como os de taça, por ser um copo de linhas retas favorece o consumo de cervejas leves como as pilseners e no nosso caso a B&R Blonde Ale que vocês podem apreciar na foto do lado esquerdo. Sua boca mais estreita possibilita a concentração de aromas e seu formato propicia uma boa formação e estabilidade da espuma. Sua base espessa minimiza a transferência de calor. O corpo delgado realça a transparência e o brilho da nossa Blond deixando visível toda a atratividade dessa deliciosa cerveja. Fale que não deu vontade de tomar um copo de blonde bem gelada!!


Copo B&R Goblet

Que tal apreciar uma Qüintos® Tripel B&R nesse copo?

Não é à toa que esses são os copos mais utilizados para se apreciar as melhores cervejas belgas, especialmente as trapistas e de abadia. Recomendado para cervejas intensamente aromáticas devido a sua boca larga e seu corpo arredondado, seu pé com base achatada e hastes delgadas conferem beleza e porte ao copo além de evitar que o calor das mãos seja transferido à cerveja. Como nossa Tripel não foge a tradição sua explosão de aromas pede que a degustação seja feita em copo apropriado de forma a propiciar ao apreciador aproveitar todo o potencial da cerveja.

Um brinde com Qüintos® Tripel B&R. Faça sua encomenda.




Copo B&R Tulipa

Por último, mas não menos importante, apresento-lhes nossa tulipa indicada para Lambics, Red e Brown Ales de Flandres, é considerado um copo coringa, podendo ser utilizado para vários tipos de cerveja como Ales belgas ou até Strong Ales caso você não possua os copos específicos. Mas como a partir de hoje você já pode contar com os copos B&R sua tulipa será utilizada para os tipos adequados de cerveja, certo? Seu corpo arredondado faz com que sejam capturados de forma eficaz os aromas da bebida e sua borda virada para fora se encaixa à boca e somado a sua fina espessura dando uma percepção muito boa da temperatura do líquido nos lábios. O estreitamento do corpo após o bojo arredondado auxilia na estabilidade da espuma e sua haste permite que o apreciador evite o aquecimento indesejado da bebida pelo contato das mãos. Nossa indicação da Tulipa fica para a apreciação da Baltic Porter da B&R, a Morgana®. Tenho certeza que Merlin se renderia aos encantos dessa cerveja escura e encorpada. 


Os copos B&R estão a venda aqui mesmo em nosso Blog, basta enviar e-mail para mhbreda@hotmail.com e pedir os seus, tenha em sua coleção copos originais e exclusivos para poder apreciar em sua casa cada cerveja em seu copo adequado.

Aguardem em breve mais novidades B&R Cervejas especiais para vocês.

Forte abraço a todos.

Saúde!!!

Breda

quinta-feira, 8 de setembro de 2011

Moinho de Rolos - B&R Malte JOE®

Devido ao grande sucesso entre os Cervejeiros Caseiros e aos muitos pedidos de informações, publico mais detalhes sobre nosso moinho de malte. Começo pelos itens que compõe a encomenda, caso você adquira o B&R Malte JOE® receberá:

01 moinho com dois rolos sólidos de aço inox 304


 - os cilindros tem 15cm de comprimento em sua área de moagem;
 - a distância entre os cilindros é ajustável;
 - o corpo do moinho é de alumínio cromado;
 - o moinho não é motorizado, mas seu eixo é facilmente acoplado a uma furadeira doméstica;
 - o equipamento não requer lubrificação;
 - os rolos não são unidos por engrenagens, pois precisam ser tracionados pelo malte para uma melhor moagem;
 - danos causados por adaptações com polias e motores não são cobertos pela garantia.


01 Alavanca para moagem manual


 - item obrigatório, lembre-se que pode faltar energia;
 - mesmo manualmente a moagem é muito mais rápida e homogênea que em moedores de discos;
 - alavanca em aço cromado.


01 Base em madeira de alta resistência


 - Base com abertura para saída do malte.


01 Reservatório cônico de madeira para até 10 kg de malte (foto no modelo completo, logo abaixo)

Esses quatro itens compões o moinho de rolos B&R Malte JOE®, portanto, quando estiver pesquisando algum outro moinho, não esqueça de verificar se somou o custo de todos os itens que geralmente são vendidos separadamente.

Malte JOE® - Completo

Você receberá ainda:

01 manual de instruções e certificado de garantia;
02 chaves para regulagem do seu equipamento.

Para finalizar este post adiciono um novo filme, feito no último sábado, com duração de 1'40" para que vocês possam observar o tempo correto que dedicamos na moagem de 10 kg de malte de maneira adequada, homogênea, eficiente e sem qualquer esforço, a não ser pressionar o gatilho da furadeira.

video

Os grãos são moídos e quebrados, muitos deles mantêm uma aparência de inteiros, mas estão absolutamente esmagados e mantém suas cascas íntegras o que é excelente para a eficiência de sua brassagem e para a clarificação do seu mosto.  

Sobre o prazo de entrega, nossos moinhos tem sido enviados em no máximo 15 dias contados da data do pedido e considerando o início na data de depósito nossos clientes tem recebido sua encomenda em 02 dias optando por SEDEX ou no máximo em 06 dias optando por PAC, salvo problemas da ECT.

Espero ter esclarecido muitas das dúvidas recorrentes dos nossos leitores e clientes e aguardo novos pedidos.


PEDIDOS: Envie e-mail para: danilobariri@yahoo.com.br 

Boas cervejas.

Saúde!!!

Breda

PS - O ator deste filme doou seu cachê para a viabilização da produção da American IPA do último sábado.

sábado, 3 de setembro de 2011

Sommeliers de cerveja

Como vocês podem ver, atualmente faço parte da terceira turma do curso de Beer Sommeliers da ABS São Paulo. O curso é muito bom, os professores são excelentes e recomendo muito que todo cervejeiro caseiro ou apreciador de boas cervejas faça, vale muito a pena.

A foto a seguir mostra a sala no momento de uma análise de cerveja, exercício constante durante as aulas (degustamos cerca de 08 tipos de cerveja por aula) e que constitui um dos pilares da formação do Sommelier, associada ao conhecimento histórico e cultural das escolas cervejeiras e às técnicas de serviço e harmonização o curso se revela até o momento uma experiência muito gratificante e enriquecedora.


Veja a matéria completa na Veja São Paulo clicando no link abaixo:

http://vejasp.abril.com.br/revista/edicao-2231/eles-bebem-em-servico

Saúde!!!

Breda

Quem é vivo sempre aparece

Mudanças, várias ao mesmo tempo, essa foi a razão desse meu sumiço repentino e temporário.
Transferi minha residência para Botucatu, estou trabalhando aqui também e quem já teve a experiência de mudar de casa, de cidade ou de trabalho sabe do que estou falando; agora imaginem tudo isso ao mesmo tempo, pois é, foi o que aconteceu com este confrade.

Tudo foi planejado durante três meses e saiu de acordo com o plano, agora estou mais próximo da família e poderei dedicar o tempo que perdia no trânsito à coisas mais interessantes como fazer cerveja, pesquisar, estudar, escrever (o que ainda não está dando) e cuidar das minhas coisas, como do apartamento, por exemplo, que no momento é o que consome um pouco mais do meu tempo.

As coisas caminham muito bem e o tempo começa a reaparecer; tenho conseguido responder aos e-mails, hoje estou em Bariri fazendo uma cerveja (Americam IPA) e até, vejam só, postando algo, mesmo que não seja um "super post", mas retomo com a receita completa da brassagem desta tarde para quem estiver afim de fazer uma A.IPA bacana.

Lápis e papel na mão, vamos lá:

AMERICAN IPA by Breda
Para 100 litros

OG 1060
FG 1012

IBU 70
SRM 8
ABV 6,4%

14kg Malte Pilsen
08kg Malte Pale Ale
04kg Carapils
750g CaraRed
250g Cararoma

70 litros de água para brassagem
60 litros de água para lavagem

Mash in a 55°C
Subir a 62 °C em 15 minutos
Manter a 62°C por 70 minutos
Subir a 70 °C em 10 minutos
Manter em 70 °C por 15 minutos
Subir a 76 °C em 10 minutos
Mash out

60g Warrior - 60min
60g Warrior - 30min
Utilizar 03 pastilhas de wirfloc a 15 min
30g Cascade - 10min
30g Amarillo - 5min

05 sachets de US-05 (ativar em mosto 20min antes da inoculaçâo)

Fermentar a 17-18 °C celsius até obter a FG indicada

Maturar a 02 graus celsius por 10 dias

Fazer Dry Hoping com:
30g Simcoe e 30g de Amarilo por 04 dias utilizando Hop Bag

Sugiro carbonatar com CO² e envasar com contra pressão.

Boa cerveja.

Fiquem com Deus.

Saúde!!!

Breda

quinta-feira, 14 de julho de 2011

Harmonizar é preciso

Muito se fala sobre harmonização, na carona do vinho e do café, por que não, misturas, drinks, coquetéis e pratos que levam as bebidas em sua preparação ou somente como acompanhamento, muitas vezes casamentos perfeitos outras, nem tanto, mas de tudo se aprende algo e se carrega conhecimento, basta estar aberto ao novo.

Aqui, como de costume, falaremos de cerveja e neste campo as combinações são muitas, o assunto é vasto e polêmico. Darei aqui algumas direções, aprenderemos no caminho, ninguém sabe tudo e nem tão pouco nasceu sabendo, além do mais a todo instante novas possibilidades se abrem e novas combinações se mostram aptas a superar qualquer previsão ou derrubar algum mito, cabe a nós traçar esses novos rumos.

Pensando por onde começar, escolhi um evento recente, um encontro de nossa confraria de amigos cervejeiros em São Paulo que aconteceu na última quinta-feira na casa do Luis Macedo onde saboreamos alguns Joelhos de Porco ao melhor estilo alemão.

Povo da confraria e convidados
(Da esquerda para a direita: Luciano, Breda, Luis, Moisés [abaixadinho], Guilherme, Vitor, Danilo e João - faltou o fotógrafo, Sardinha, é claro)

Escolhemos como entrada salsichas brancas de vitela e vermelhas do tipo Frankfurt que foram devoradas com muita mostarda forte escura e pão preto (não deu tempo nem pra tirar foto, vai umas da internet mesmo).

 
Salsichas Branca e Frankfurt

Os joelhos foram assados na cerveja com batatas e também saboreados com mostarda e pão. Eu sei, vão dizer, mas e o repolho... pois é, esqueceram de comprar, mas eu coloquei na lista...

Para acompanhar a iguaria foram escolhidas cervejas de trigo e no arremate uma IPA. Ao final provamos uma Porter com chocolate como sobremesa.

Agora que você já está com água na boca e doido pra saber o “como” vamos em detalhes.


Joelho de Porco “Eisbein” (para 10 pessoas)



03 joelhos de porco pré cozidos e seringados (com tempero injetado);
01 kg de batatas pequenas
10 salsichas brancas de vitela
10 salsichas vermelhas tipo Frankfurt
Mostarda escura
Pão preto ou integral
Repolho azedo (lá o povo esqueceu, mas adicionei à lista para lembrá-los)
01 lata de cerveja pilsener
(na minha receita não vai nada pra assar o joelho, mas aqui reproduzo na íntegra o que fizemos na casa do Luis. Admito que o líquido ajudou ao assar as batatas e deu um toque bacana)

Colocar os joelhos em uma única assadeira de bordas altas, cortar as batatas ao meio (com casca) e distribuí-las pela assadeira ocupando todos os espaços, despejar a cerveja na assadeira e levar ao forno 180°C por 90 minutos.

Após 90 minutos, virar os joelhos e devolver ao forno 240°C por 20min para “pururucar” o couro. (cuidado para não queimar). Verifique se as batatas já estão bem cozidas e douradas.

Quando estiver crocante, desligue o forno e retire um joelho por vez com uma porção de batatas. Desosse o joelho e sirva picado como aperitivo acompanhado das batatas assadas, pão e mostarda escura. (se você não esqueceu, deguste com chucrutes branco e roxo)

Eisbein aperitivo - hummmm (isso tudo é somente um deles desossado...)

Harmonize com cervejas de trigo estilos Weissbier, Weizenbock, Dunkelweizen e experimente saborear seu “Eisbein” com uma IPA de sua preferência, nós recomendamos!

Sobremesa

Degustamos um chocolate amargo com avelãs harmonizando com uma porter com um café bem pronunciado.

Abaixo coloco a lista de cervejas que degustamos naquela noite para que vocês possam ter uma diretriz, mas fiquem à vontade, façam suas escolhas e postem seus comentários aqui no blog para que todos aprimoremos nossos paladares e hábitos.

- Petra Weiss
Por ser uma cerveja da grande indústria até que é uma boa opção, mas fraca.

- Divina Weiss
Podia ser bem melhor pelo que propõe. Na opinião geral o guaraná ficou somente no rótulo.

- Weihenstephaner Vitus
Essa sim uma cerveja para se recomendar. Não deixe fora da sua harmonização.

- Baden Baden Weiss
Muito boa.

- Eisenbahn Weizenbier
Muito boa.

- Baden Baden Red Ale (Que é uma Barley Wine, já falamos disso por aqui)
Dispensa comentários, mas na opinião geral já foi melhor (independentemente das razões Sardinha!)

- Colorado Indica
Muito boa!

- Rofer IPA
Essa eu recomendo e deixo aqui meus parabéns ao Ernesto e ao Hugo que nos presentearam com esse exemplar na Brasil Brau, pois a cerveja está muito bacana.

- Bishops Finger
Dessa eu nem provei Luis, você deve ter bebido sozinho...

- Eisenbahn Lust
Quando os joelhos já eram parte da história. Vale à pena provar, principalmente se um amigo trouxer...

De sobremesa, mandamos uma Colorado Demoiselle que harmonizada com um bom chocolate ficou bem mais redonda diminuindo um pouco a predominância do café, que nela considero exagerado.

Foi isso pessoal, deixo também o convite para que me enviem suas sugestões de pratos para darmos seqüência a estas postagens de harmonização de uma forma descontraída, sem chatices e "frutices", pois o que vale é reunir os amigos, degustar boas cervejas e manter o ideal de que num futuro muito próxmo teremos cerveja de qualidade a preços justos e com uma variedade tal à qual nós brasileiros fazemos jus.

Logicamente, oxalá sejam muitas delas artesanais caseiras.


Bom apetite!

Saúde!

Breda

segunda-feira, 20 de junho de 2011

B&R no jornal Mais BOTUCATU

Caros confrades, leitores e amigos, serei breve, pois há uma ótima reportagem para sua leitura nas imagens abaixo. Tivemos o prazer de receber em nossas instalações a visita da jornalista Marina Cirne do jornal maisBOTUCATU  para uma entrevista sobre cervejas caseiras - artesanais - especiais.

Foi um papo bastante descontraído nada de interrogatórios, a Marina conduziu a entrevista como se fosse uma conversa, o que foi muito bacana, principalmente quando vimos o resultado da matéria que realmente nos surpreendeu a todos pela pesquisa feita no blog e pelas informações históricas da introdução, ver tudo isso nas páginas do jornal foi muito gratificante.

Aproveito o espaço para agradecer à Marina pelo excelente trabalho e por nos ter oferecido a oportunidade de divulgar um pouco mais a cultura cervejeira - ainda pouco conhecida, mas em franco crescimento - em Botucatu e para toda a região.

Espero que apreciem a reportagem.

Forte abraço à todos e mais uma vez nosso obrigado à Marina e ao jornal.

Prosit!!!

Breda

 

segunda-feira, 30 de maio de 2011

B&R Malte JOE® - moinho de rolos para malte

Diga adeus ao seu moinho de discos e a aquele longo tempo perdido moendo malte.

Quem nunca ficou moendo malte na manivela por 30, 60, 90 minutos (ou mais...) utilizando um moedor de cereais com disco e gerando aquele monte de pó branco na moagem além de ter cascas quebradas demais e até deixando um gostinho indesejado na cerveja por tê-las moído também?


Com certeza, ao menos uma vez, todo cervejeiro caseiro já passou pelos primeiros, talvez não tenham percebido ou sofrido com algum problema com o excesso de moagem das cascas, mas absolutamente todos ou se cansaram girando a manivela ou "levantaram poeira" utilizando uma furadeira acoplada no moinho de discos (isso se já não queimaam uma furadeira também...).

Digo a vocês que seu sofrimento acabou e que sua eficiência aumentará assim que você comece a utilizar um moinho de rolos como o B&R Malte JOE®.


Com o B&R Malte JOE® você terá:

- Moagem mais rápida (30 kg em 07 minutos);
- Cascas inteiras;
- Endosperma quebrado e exposto;
- Grãos inteiros praticamente inexistentes;
- Geração mínima de Farinha (pó);
- Aumento na eficiência;
- Moagem homogênea.


O vídeo abaixo mostra um trecho da moagem de 25kg de malte utilizando nosso B&R Malte JOE® onde vocês poderão verificar tanto a rapidez da moagem quanto o resultado final, grãos esmagados, cascas inteiras e pouca farinha, o que resultará em um mosto mais límpido, uma clarificação mais rápida e uma melhor eficiência na sua brassagem. O filme foi feito com o primeiro protótipo do moinho e em breve colocaremos um outro com o modelo novo (que está nas fotos).

Como sempre, peço desculpas pela qualidade das imagens, pois foram feitas por um cinegrafista amador (mas um ótimo cervejeiro...hehe).

B&R Malte JOE® em ação

O desenho simples do reservatório de malte possibilita um melhor deslocamento dos grãos em direção aos rolos de moagem o que combinado com o comprimento dos cilindros resulta em uma moagem rápida e sem esforço.


Você pode adquirir seu B&R Malte JOE® somente através do nosso Blog, basta enviar seu e-mail para COTAÇÃO colocando seu endereço completo (não esqueça do CEP) e mencionando no assunto do e-mail Malte JOE® que lhe enviaremos uma cotação.


Mais quais são as vantagens em adquirir nosso moinho de rolos?

1. Reservatório de malte para dez quilogramas;
2. Roletes em inox;
3. Garantia de 03 meses para as peças de metal;
4. Produto 100% nacional;
5. Peças de reposição acessíveis;
6. Manutenção no Brasil;
7. Compra simplificada sem a necessidade de cartão de crédito internacional;
8. Entrega em poucos dias (SEDEX/PAC);
9. Sem risco de retenção na Receita Federal;
10. Sem risco de sobretaxa de importação (é claro, não é importado!!!).

Como para todo e qualquer produto existem alternativas no mercado (internacional) e você encontrará outros tipos de moinho pela internet com preços e modelos variados, inclusive no final dessa postagens coloco alguns endereços para sua consulta e análise comparativa, contudo há muitos outros, basta procurar.


B&R Malte JOE® é um produto produzido pela Metalurgica Ciconelli (14 3662-7781) localizada em Bariri - SP e foi desenvolvido pelo nosso amigo e aluno cervejeiro Danilo da sp-304 em conjunto com a B&R Cervejas Especiais. Testado e aprovado!

O Malte JOE® custa atualmente R$ 600,00 + frete
(valor atualizado em 01/11/2014)


Os moinhos de rolo B&R Malte JOE® são produzidos somente sob encomenda, por isso não exite, faça logo seu pedido CLIQUE AQUI.

Nossa intenção é possibilitar aos cervejeiros caseiros do Brasil a utilização de um equipamento que os aproxime de uma produção mais eficiente e os auxilie na obtenção de cervejas cada vez melhores.

Adquira também seu Enchedor B&R Green Filler® e diga adeus ao priming. 

Prestigie a produção e os equipamentos nacionais.
Prestigie a cerveja caseira artesanal.
Experimente as cervejas B&R.

Prosit!!!

Breda


Outros moinhos disponíveis no mercado:

Grain Gobbler - More Beer - US$ 329,99 + frete
Barley Crusher - Grain & Grape - US$ 380,00 + frete
Monster Mill - Northern Brewer - US$ 290,96 (moinho+reservatório+base+alavanca) + frete

Importante - Não se esqueça:
  • Ao comparar preços some o frete (shipping) e considere a possibilidade de ter que pagar os até 60% de imposto caso seu produto seja retido pela Receita Federal e/ou possua similar nacional em comercialização.
  • Ao optar por adquirir um produto importado pela internet atente para o fato de ter que aguardar até dois meses do dia da compra até o dia do recebimento do produto em sua casa (caso não fique preso na Receita).
  • Tenha em mente que seu produto geralmente não tem garantia e que caso você precise de peças de reposição ou de algum serviço de manutenção eles estarão a pelo menos um continente de distância.

quinta-feira, 26 de maio de 2011

03 sem tirar

Foi em 21/04/2011 na sede da B&R Cervejas Especiais em Campinas-SP.

O objetivo: Fazer três brassagens inteiras em um único dia.
Vocês podem nos perguntar o porquê de fazer três brassagens em um dia e não fazer uma brassagem por dia e repetir a empreitada em três dias diferentes, respondo, além do tempo, do custo, dos finais de semana e das encomendas há muito esse é um projeto meu e do Riva, qual seja, produzir nossas principais cervejas de uma só vez.

Quem acompanha nosso Blog sabe que temos um Kit com três tipos de cerveja (Weiss-Red Ale-Stout), por isso a procura acaba constantemente sendo pela "tríade". O que acontece é que pode faltar uma delas de vez em quando o que entristece nossos fiéis consumidores, assim resolvemos que seria legal produzí-las todas ao mesmo tempo, desta maneira sempre teremos as três na prateleira (ou pelo menos todas acabam juntas...o que tem sido mais visto por aquelas bandas).

Foi então que debrucei na prancheta e elaborei um cronograma para possibilitar que brassássemos as três em um único dia e com margens de risco e paralelismos (técnicas de gestão de projetos que conheço razoavelmente bem) pudemos concretizar esse plano dentro do prazo esperado.

Brassagem da B&R Irish Red Ale (a seguda do dia)

O complicador: Em cada brassagem faríamos uma cerveja diferente.
Acreditem, fazer várias brassagens em um dia não é muita novidade pra alguns amigos, mas há grandes diferenças entre fazer três vezes a mesma cervejas em um dia ou mais ainda em tirar duas ou três cervejas diferentes com uma única brassagem (OGs diferentes e um ou outro ingrediente/adjunto na fervura), enfim, falo aqui de três brassagens inteiramente distintas, receitas totalmente diferentes, nada de mosto base. Tempos e rampas diferentes, lúpulos, fermentos, ou seja, início, meio e fim multiplicados por três.

Brassagem Red (em baixo) Fervura Weiss (em cima) simultâneas

O mais interessante desse desafio foi utilizar somente três panelas, isso mesmo, e a cada brassagem tínhamos que esvaziar o tanque de brassagem, lavá-lo reabastecê-lo com água e reiniciar. O mesmo se aplica ao de fervura, após o resfriamento de um mosto, lavávamos o tanque e partíamos para mais uma clarificação.

Pode até ser que não pareça muito complexo aqui lendo, mas para quem esteve lá e pôde presenciar o movimento contínuo de idas e vindas durante a produção e sentir todo o sincronismo necessário para não fracassarmos na empreitada é simples explicar o quanto foi complexo.

Guilherme, Breda e Riva durante a segunda brassagem
O desafio: Orientar quatro aprendizes durante as produções.
Eles podem até não gostar do título, mas é isso mesmo, durante boa parte do dia estiveram conosco dois alunos já em estágio avançado de aprendizado - Ricardo e Fernando - e dois principiantes - Guilherme e Rafael - o que todos tinham em comum? Nenhum deles havia presenciado uma brassagem tripla na vida. Eu mesmo não havia feito isso ainda e confesso nunca ter sequer ouvido algum caseiro comentar ter feito algo do tipo. Deixo aqui o espaço para nossos amigos compartilharem suas experiências.

Mas porque isso era um desafio?

Ora, quem não ouviu pelo menos uma história de brassagem que "deu água" por falta de atenção, descuido ou por ter que responder perguntas e dar explicações durante o(s) processo(s)? Pois é, agora imaginem três brassagens e quatro pessoas para fazer perguntas? Mas eu e o Riva demos conta do recado.

    
Rafael na brassagem (foto da esquerda) e Guilherme na brassagem (foto da direita) - "mão na massa"

Justiça seja feita, nossos cursos são práticos, ninguém fica lá de papo pro ar olhando slide e desenhando florzinha em apostila, o negócio é "mão na massa"; os quatro ralaram bastante durante o período que estiveram por lá e o melhor de tudo, saíram felizes e com um aprendizado ímpar que não se pega em qualquer lugar (muito menos em poucas horas) como puderam adqurir conosco.

Riva na brassagem da hefeweizen

O resultado: Sucesso!!! 190 litros de cerveja em um único sábado.
Foram produzidos 70 litros de Hefeweizen, 60 litros de Irish Red Ale e 60 litros de Stout. Consumimos mais de 40 quilogramas de malte de 09 tipos diferentes, 200 gramas de lúpulo de 04 tipos, 09 sachets de leveduras de 03 tipos diferentes.

Fermentadores cheios, mas ainda faltava a stout (mais 04 baldes)

Lotamos os dois freezeres com fermentadores e não consigo precisar a quantidade de água e energia que utilizamos, mas um botijão de gás foi mais do que suficiente e 03 sacos de gelo para nosso sistema de resfriamento "water free" que resfria o mosto de 95°C para menos de 20°C em poucos minutos.

Foi um dia muito cansativo, mas gratificante, no final das contas acabamos por baixar o tempo médio por brassagem de 60 litros para 05 (cinco) horas, para nós um record, já que nesse intervalo estão computadas a moagem e a limpeza de toda a bagunça, acreditem, ao final de 15 horas não havia nem uma peça do equipamento suja.

Fervura Stout (a terceira do dia)

Espero que esta postagem sirva de incentivo para todos vocês que assim como nós tem pouco tempo para dedicar, mas que aproveita cada minuto disponível em prol desse maravilhoso hobby-negócio que nos envolve mais a cada dia.

Trüb - pra ninguém botar defeito

Em caso de dúvidas não exitem em nos contatar, será um prazer auxiliá-los em seus projetos.

Fiquem com Deus.

Prosit!!!

Breda