CONHEÇA NOSSAS CERVEJAS

Conheça nossas cervejas ............................ Tira dúvidas .. 1 .. 2 .. 3 .................... Adquira seu Equipamento ............................ Fórum

Como usar seu KEG .. 1 .. 2 .. 3 .. 4 .. 5 .. 6 .. 7 ............ Calcule seu Priming ................ Processo Cervejeiro .. 0 .. 1 .. 2 .. 3 .. 4 .. 5 .. 6 .. 7 .. 8

............................ Encomende seus Kits e Copos ............................

domingo, 17 de janeiro de 2010

Passo 6 - Maturação

A maturação será importante na definição das características da cerveja sendo o último processo da fabricação, embora tenhamos ainda a possibilidade de pasteurizá-la, esta não é uma etapa obrigatória. A maturação varia muito de acordo com o estilo de cerveja e tem por objetivo o "arredondamento" do paladar (sabor e aroma), pois uma cerveja não maturada pode apresentar aromas e sabores indesejados.

A cerveja, depois que a fermentação se completa, deve maturar em temperatura de zero a no máximo 6°C. O tempo de maturação segundo a literatura dependerá do tipo de cerveja que se está produzindo, sendo que a Pilsener permanece maturando por 15 dias.

Durante este período, ocorre uma lenta fermentação complementar, também chamada de segunda fermentação, gerando modificações de aroma e sabor, além de alterações em seu sistema coloidal, proporcionando a clarificação por decantação de leveduras e proteínas, bem como de sólidos solúveis. Durante o período de armazenamento são formados compostos como ésteres, entre outros, dando origem ao aroma e sabor que caracterizam a cerveja pronta.

Durante a maturação ocorre um amadurecimento do sabor da cerveja devido à modificação das substâncias dissolvidas na bebida. Nesta fase ocorre uma redução dos níveis de diacetil e 2,3-pentanodiona, pois foram reabsorvidas pela levedura como também pelo arrasto das substâncias voláteis feito pelas bolhas de CO2 em formação.

Na fase de maturação é efetuada a pratica de retirada do levedo decantado. Este levedo se deposita no fundo do tanque gradativamente no decorrer da maturação. Nos primeiros dias em que a temperatura da cerveja está diminuindo esta decantação de levedura acontece com mais intensidade e vai diminuindo progressivamente.

É bom lembrar que na fase da maturação devemos retirar o levedo depositado sempre que possível, sendo que nos primeiros cinco dias é boa prática efetuá-la diariamente (quando em grandes produções). Nas levas caseiras uma ou duas extrações ao longo do período de maturação são suficientes.

Falta somente dar uma palavrinha sobre a pasteurização, mas como vimos, a cerveja já está pronta para beber.

Saúde!!!

Breda

41 comentários:

  1. Opa seu Breda!
    Queria saber se é prejudicial fazer uma maturaçao a 20°C por 7 dias, e a 3°C nos dois ultimos dias para completar a decantaçao.
    Isso porque nao vou poder ficar com o balde na geladeira a semana toda...
    É melhor fazer assim ou engarrafar direto sem maturação?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Como vai meu caro Anônimo?
      Obrigado pela boa pergunta.
      Sua situação é bastante delicada. A questão é simples, sempre devemos maturar, ou seja, é melhor maturar. Porém, preciso de algumas informações para te orientar a realmente fazer isso. São elas:
      1. Sua cerveja é uma Ale (alta fermentação)?
      2. De quantos litros estamos falando?
      3. Você já fez a trasfega do fermentador para o maturador de forma a retirar o fermento?
      4. Você realmente não tem como trasfegar para recipientes menores e manter na geladeira por pelo menos uma semana?
      Se sua cerveja for de alta, menos mal, uma maturação a 20 graus não será ótima, mas não será mortal, o problema aqui fica todo relacionado à vedação do seu maturador, pois a essa temperatura e já com a fermentação concluída contaminações serão quase certas se você não tiver um recipiente extremamente bem vedado.
      Outro ponto, se você não fez uma primeira decantação e não purgou o fermento (ou trasfegou do fermentador para o maturador para remover ao máximo as leveduras floculadas) terá um sério problema de autólise, pois a 20 graus e sem alimento as leveduras morrerão fácil. Se isso acontecer, adeus cerveja, você terá problemas com sua bebida.
      Por isso insisto: se ainda não fez, faça uma primeira trasfega deixando a cerveja livre de leveduras o quanto possível, se não tem um maturador menor e se sua leva for pequena, não se acanhe, sanitize umas garrafas PET novas e limpas e mande a cerveja pra geladeira. Te garanto que o risco de contaminação será menor, mas capriche na sanitização e só use garrafas novas. Se nada disso for possível, paciência, mas será muito provável que sua cerveja tenha aromas e sabores indesejáveis, principalmente se não fizer a retirada das leveduras antes da maturação.
      Engarrafar sem maturar pode ser uma saída, mas cuidado com a quantidade de priming se sua cerveja não estiver bem clarificada para não ter problemas de explosão, e, da mesma forma, como acontecerá uma refermentação e decantação das leveduras, uma autólise na garrafa com o passar dos dias a temperatura ambiente é invariável, ou seja, o que ocorrer no maturador a uma temperatura alta ocorrerá também na garrafa, se aplicam as mesmas observações.
      Por fim, se sua cerveja for lager, não mature a 20 graus de jeito nenhum, vai perder sua cerveja na certa, engarrafe e boa sorte.
      Continue em contato.
      Forte abraço.
      Saúde!!!
      Breda

      Excluir
  2. Caro Colega BREDA, eu só tenho um fermentador eu posso maturar ele dentro sem retirar a Levedura? outra duvida é possível maturar a cerveja dentro das garrafas após fazer o priming? gostaria de saber as vantagens dos 2 processos?

    Grato, Bernardo Cervejeiro inciante de Pernambuco

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Bernqrdo, como vai? Obrigado pelo comentário.
      Olha só, você pode sim maturar sua cerveja no mesmo tanque em quefermentou sem retirar as leveduras, desde que baixe a temperatura adequadamente, procure deixar as lagers a uma temperatura de 6 graus e as ales a 10 graus para maturar.
      Sobre maturar em garafas, não, você não pode fazer isso, pois se retirar a cerveja da fermentação e engarrafar diretamente poderá ter problemas de pressão excessiva, alé de estar pulando uma fase importantíssima do processo cervejeiro, pois estará refermentando sua cerveja e não maturando.
      Na verdade não é akgo que se compara com vantagem e desvantagem por se tratar de fases disti tas, pri eiro você deve maturar sua cerveja no tanque para apurar aromas e sabores da bebida, entre outras coisas, decantar as leveduras em suspensáo e tornar sua cerveja mais límpida, isso na maturação. Depois, engarrafar, seja co. Priming ou outro processo, e refermentar na garrafa para carbonatar a cerveja.
      OK?
      Boa sorte.
      Saúde!!!
      Abs.,
      Breda

      Excluir
    2. Muito Obrigado pela resposta, fiz um APA e não maturei a mesma simplesmente deixei 14 dias a 18° C, e depois engarrafei e fiz o priming, não bebi a mesma ainda mas pela visto não vai ficar muito boa, mas a próxima vou deixar no fermentador para maturar muito obrigado pelas dica, continuarei lendo seu BLOG é bastante construtivo, e tirando minhas duvidas com o senhor se não for um problema.

      Excluir
    3. Boa sorte cam as cervejas Bernardo.
      Precosando de ajudabasta comentar aqui, responderei a todas suas dúvidas com o maior prazer.
      Saúde!!!
      Abs.,
      Breda

      Excluir
  3. Breda boa tarde. Sou iniciante no assunto também e pelo que entendi devemos obedecer essa sequência: fermentação / maturação / priming.
    Tenho a intenção de fazer uma Witibier nesse fim de semana e pretendo maturar na garrafa já com priming. Isso não é correto então pois a fermento continua trabalhando ?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Flávio, tudo bem?
      Isso mesmo, essa seqüencia lhe dará o melhor resulyado, somenye faço uma pequena melhoria, se o cervejeiro tiver equipamentos para carbonatar com CO2 poderá substituir o priming por carbonatação forçada na seqüência descrita por você, ok.
      Quanto à sua Wit, não seria ideal maturar na garrafa diretamente, faça primeiro uma maturação no maturaor, depois de maturada é que você deve engarrafar com seu priming.
      O porque disto não é o fato da levedura continuar trababalhando, pois ela vai continuar mesmo na garrafa depois do priming, pois esse é o princípio de se refermentar na garrafa. A questão é que a maturação apura aromas e sabores da cerveja além de eliminar aromas indesejáveis.
      Boas cervejas.
      Saúde!!!
      Abs.,
      Breda

      Excluir
  4. Breda, blz?
    Eu de novo....
    Com duvida...
    Seguinte. Fermentou. Mudo de balde, deixo o fermento sedimentado no primeiro. E abaixo a temperatura, abaixo da temperatura de ação do levedo. No maturador, sedimenta mais....
    Mais tempo de maturação=melhor sabor. Porém, menos fermento. (ou to errado?).
    Ai vem a duvida. Existe alguma situação que te exija colocar mais fermento no momento do envase, junto com o priming? A possibilidade de 100% de sedimentação e zero fermento no liquido a envasar existe?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Caro Guimma, tudo bem?
      Raciocínio correto.
      Sobre a decantação de 100% das leveduras, não tenho notícias disso, nem na literatura, mas provavelmente para que isso ocorresse, se for possível, levaria muito tempo.
      Entendo que sua preocupação é quanto a não sobrar leveduras suficientes para que o priming aconteça, quanto a isso, pode ficar tranquilo, sempre haverá leveduras se a cerveja não foi filtrada.
      O que pode ocorrer é a carbonatação levar mais de 10, 15 dias por exemplo, por isso é importante deixar garrafas pequenas de teste para ir abrindo a cada 3 dias e provando a carbonatação.
      OK.
      Saúde!!!
      Abs.,
      Breda

      Excluir
  5. Caro, Breda
    Tudo bem?
    Farei a minha primeira leva de cerveja artesanal, será um Weizen Bier. Gostaria de saber, se após 4 a 7 dias de fermentação, fazer o priming, engarrafar e maturar por 10 dias a uma temperatura de 18°C, tem algum perigo de dar errado?
    Abs. Ed

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Como vai Ed?
      Grato pelo comentario.
      A cerveja de trigo tem por caracteristica ser bastante turva, por isso a matura caono baldeeh interessante para decantar bem asleveduras. Se vc fizer o envase direto depoisda fermentacao, sem decantar a frio antes, pode estar mandando muita levedura para as garrafas e isso pode gerar problemas de carbonatacao excessiva e um sabor de levedura muito forte na su cerveja.
      O que sugiro eh que mature no balde por mais uns dias a temperatura abaixo de 6 graus para ter uma boa decantacao e somentedepois envase com priming.
      Pode deixar a 18 graus por 7 dias para carbonatar depois disso.
      Abs.,
      Breds

      Excluir
  6. Breda, parabéns pelo seu blog! Está sendo de grande ajuda na minhas primeiras experiências cervejeiras.

    Meu problema é o seguinte: a geladeira que tenho disponível para fazer a maturação é bem antiga e está difícil de controlar a temperatura.
    Acabei de fazer uma American Pale Ale, deixei fermentando entre 19-20ºC por 7 dias, retirei o trub frio e coloquei para maturar na tal geladeira.
    Nos primeiros dias, a temperatura acabou ficando muito mais baixa do que eu esperava, (entre 0 e 1,5ºC), sendo que só consegui estabilizar na casa dos 4-5ºC após quase uma semana de maturação.

    Minhas perguntas: posso ter problemas por ter maturado uma Ale em temperatura tão baixa? A variação de temperatura (ter começado muito gelado e variado até chegar na ideal) pode ter prejudicado minha cerveja?

    Abs.,

    Pedro

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Pedro, tudo bem?
      Olha só, não tem problema não, fique tranquilo. O importante foi ter ajustado agora.
      Depois de uns dias você terá mesmo que baixar para sero para retirar a última decantação e envasar sua cerveja.
      Prejudicar não vai, fique tranquilo.
      Obrigado pelo contato.
      Forte abraço.
      Saúde!!!
      Breda

      Excluir
  7. Breda,
    Não tenho experiência e ainda estou na fase da leitura, já que não coloquei a mão na massa ainda.
    Eu gostaria de lhe perguntar, qual a sua opinião sobre esses "extratos" comercializados, aonde apenas se faz a fervura e lupulagem.
    Em segundo, se você tem experiência com o processo de germinação da cevada para futuro malte.
    Obrigado pela atenção e parabéns pelo blog.
    Att.,
    Eduardo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Como vai Eduardo?
      Grato pelo contato.
      Esses extratos a que você se refere são kits de cervejas de estilos diferentes? Vendidos em potes? Se for, ok, não acredito que sejam muito interessantes, mas como nunca utilizei, minha opinião é uma inferência pessoal e sem nenhum embasamento prático.
      Se tem vontade, adquira um e teste, pode ser que eu esteja enganado e você pode me mandar suas impressões para uma postagem.
      Se for extrato de malte (DME) é algo muito utilizado, nunca utilizei também.
      Sobre malteação, conheço o processo teórico, mas nunca malteei. Na minha opinião é algo que não vale a pena, mas me diga qual é exatamente sua dúvida e vamos esclarecendo.
      Forte abraço.
      Saúde!!!
      Breda

      Excluir
  8. Obrigado pela atenção Breda!
    Eu me referia aos extratos de malte, de fato, por achá-los práticos.
    Sobre a malteação, minha curiosidade se dá pelo fato de estar próximo a produtores de cevada.
    Abusando da tua paciência, peço que tentes me perdoar pela pergunta idiota, mas supondo que eu partisse para uma receita de 20l de cerveja pilsen, utilizando os insumos aconselhados para esse volume e utilizasse apenas 12 a 15l d'água. O que poderia esperar do resultado final, principalmente quanto à graduação alcoólica e sabor?
    Grato por tua atenção, forte abraço!
    Eduardo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Como vai Eduardo?
      Na verdade para fazer 20 litros de cerveja pilsen você utilizará em torno de 4Kg de malte Pilsen. Na mostura serão 10 a 12 litros de água e na lavagem mais uns 15 a 20. Isso considerando uma evaporação de 10% na fervura.
      Assim terá um resultado final de 19 a 20 litros de mosto para fermentar.
      Com menos água você terá uma cerveja mais forte em álcool e podendo ser mais encorpada dependendo da forma em que você mosturar.
      Pode ser mais amarga também, caso utilize a mesma quantidade de lúpulo.
      Abs.,
      Breda

      Excluir
  9. Paulo Salles Gomes25 de julho de 2013 21:39

    Boa noite, Breda.
    Fiz 3 levas, e sempre fiquei com uma dúvida, já que considero que não ficou como esperava:
    Após a fervura, estou colocando o chiller para resfriar rapidamente, e depois fazendo o whirlpool, porém sem resutaldo satisfatório, já que o trub fica espalhado no fundo do caldeirão.
    Já percebi que preciso fazer o whirlpool enquanto quente, porém acredito que qdo colocar o clhiller, vai mexer no fundo e espalhar o trub, correto?
    Então pensei em fazer o whirlpool com o chiller dentro, mas acho que o movimento de rodamoinho não será o mesmo do que sem o chiller.
    Minha pergunta como devo proceder para conseguir o resultado do whirlpool e resfriar rapidamente?
    Pensei agora em fazer o whirlpool, aguardar a decantação, transferir para outro caldeirão e nele colocar o chiller para apressar o resfriamento - neste caso, qto tempo devo aguardar para transferir de caldeirão?
    Abraços e parabéns pela paciência com todos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tudo bem Paulo?
      Sugiro sempre colocar o chiller dentro de um recipiente com agua e gelo e passar o mosto por dentro dele ao invés de coloca-lo dentro do mosto.
      É mais prático, mais higiênico, mais rápido e não traz esse problema do whirlpool.
      Abs.,
      Breda

      Excluir
  10. Bom dia Breda, estou com uma duvida:

    Por falta de espaço acredito que terei que maturar a cerveja em garrafas pet... tenho que usar airlock nelas ou não é necessário.

    Abraço, e desde já agradeço a ajuda.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Seria interessante utilizar, pois estará a alta temperatura.
      Importante frisar que o que você fará não será efetivamente uma maturação, mas sim uma fermentação prolongada.
      Cuidado para não terminar com uma cerveja com muito off-flavor.
      Abs.,
      Breda

      Excluir
  11. Boa noite Breda
    Meus parabéns pelo blog e muito obrigado por nos ajudar. Tenho uma duvida em relação às tranfegas. Qual o melhor modo de realizar a tranfega do caldeirão de fervura para o fermentador sem que o trub venha para o balde fermentador e outra, como faze-la do fermentador para o balde de maturação sem que a lama de fermento venha junto? Seria apenas abrir a torneira e transferir de um local para outro ou devo usar mangueiras? Obrigado

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Opa,beleza?
      O melhor modo é fazer a trasfega sem levar trub e sem levar lama, no pós fervura e na trasferência para o maturador, respectivamente.
      Como fazer, se seu equipamento estiver bem montado, as torneiras estarão posicionadas de forma a evitar que isso ocorra, logo não necessitará de um sifão, mas se não estiver bem montado sugiro que monte um sifão para não correr o risco de levar "sujeira" em excesso nas trasfegas.
      OK.
      Abs.,
      Breda

      Excluir
  12. Grande Breda, ...vc parece aquele guru do Golias,,lembra???
    nem sei se é do teu tempo,,,mas todos faziam uma pergunta,,"amado mestre",,rsrsr
    me diga uma coisa,como fazer a medição de densidade?
    ja dentro do balde de fermentação?
    haja visto que o balde esta num freezer horizontal, terei que levantar o balde, isso vai mexer com a lama, abro a torneirinha e encho os 250ml do densimetro?
    é isto??
    outra coisa amado mestre,,
    ao reduzir para zero graus, não congela nada não?

    tenho uma belga pale ale 20 lts e outra witbier 20 lts, no mesmo freezer, com 3 dias de diferemça, a pale é mais velha, mas as temperaturas de fermentação são iguais...creio eu...rsrsrs..sp18..low 17 hig 20

    abraços e continue nos ajudando.
    Norberto - Buggio Bier-Blumenau-Sc

    ResponderExcluir
  13. Rapaz, kkkkk, lembro do Golias, mas desse amado mestre dele não...rs, de qualquer forma agradeço o elogio.
    A medição da densidade durante a fermentação precisa ser feita com cautela, o ideal é utilizar o densímetro ou o refratômetro corrigindo a leitura direta na tabela de refração. Atentar que mesmo no densímetro é necessário corrigir a leitura devido à temperatura, pois a densidade do instrumento é calibrada a 20 graus Celsius na maioria das vezes. Digo na maioria, pois há alguns importados por aí que tem calibragem a 15 graus, mas não é comum, usados mais para °GL, contudo, vale sempre prestar atenção.
    Olha só, se você sanitizar direitinho seu densímetro nem precisa tirar amostra na proveta, coloca direto no balde mesmo, *****já estou ouvindo os gritos dos puristas...rsrs...*****, mas pra quem faz 20 litros ficar perdendo amostras de 250ml a cada medição é um pecado e sanitizando bem, não há nenhum problema, só não fique babando em cima da cerveja...rsrsrs durante a leitura e evite movimentos de ar. Além disso é melhor para a correção, pois você saberá a exata temperatura da cerveja durante a medição. Mas nada impede que você encha a proveta e proceda a leitura da forma tradicional, OK.
    Eu, particularmente, sou adepto há muito tempo, do refratômetro, um dia fui desafeto dele devido ao alto custo, mas o e-bay me libertou...kkkkk, com preço baixinho esse equipamento é a salvação da pequena produção, você utiliza gotas de mosto ou cerveja e não tem erro, corrige se estiver lendo amostras com álcool e pronto. Nesse caso, sim, retire um pouco da cerveja pela torneira, pois será mais prático.
    A cerveja, por conter álcool em baixa concentração, tem seu ponto de fusão em torno de -2,0°C, na média, pois há cervejas de 11% ABV que podem suportar mais um pouquinho de frio. Portanto, a zero grau não vai congelar não.
    OBS: a freezer da Brahma e da Skol que marca -4,5° não está mostrando a verdade, OK...kkkkkk.
    Sobre as temperaturas das cervejas, depende das leveduras que utilizou. Em suma, as da ALEs são bem próximas, sem ser “cara de caderno”, pois há as exceções, pode usar sim a mesma temperatura, sejamos práticos.
    Forte abraço e é sempre muito gratificante ser elogiado e consultado pelos amigos cervejeiros daquela que é a mais cervejeira das terras brasileiras.
    Saúde!!!
    Breda

    ResponderExcluir
  14. grato,,e se for aparecer por aqui,,,mande recado e deixe avisado no seu blog...
    TOU INDO PRO SUL,,BLUMENAU..RSRSRSR

    ResponderExcluir
  15. KKKK, tá de zona com esse link do Golias né, o cara só dá resposta de sacanagem...rsrsrs... aqui as minhas são corretinhas pô...rsrsrs e eu nem tenho cavanhaque...kkkkk. Embora tenha uma túnica egípcia daquelas, igualzinha...hahahahha.
    Pode deixar que te aviso se for pra Blumenau. Será um prazer degustar suas cervejas.
    Continue acessando o Blog.
    Abs.
    Saúde!!!
    Breda

    ResponderExcluir
  16. Breda boa noite, achei muito bom seu blog, queria tirar uma dúvida, estou com uma weizen fermentando e como é a minha primeira, estava querendo dar uma maturada nela e estou com dúvida quanto a temperatura de maturação. eu usei levedura líquida s055.
    Obrigado.
    Cyro.

    ResponderExcluir
  17. Boa noite, parabém pelo blog, ótimo, consegui encontrar exatamente oque estava pesquisando sobre maturação, no seu texto e também nas mensagens dos participantes. abraços e ótimo 2014.

    ResponderExcluir
  18. boa noite, eu gostaria de saber depois que eu maturar a cerveja (pale ale) a baixo de 6º, quando for engarrafar eu preciso manter na geladeira depois? e qual é o tempo ideal para a cerveja ficar pronta para beber dentro ou fora da geladeira ?
    obrigado
    Luiz

    ResponderExcluir
  19. Meu caro, como vai?
    se você faz priming, após envasar qualquer cerveja as garrafas deverão permanecer por 10 dias em média a temperatura de fermentação que vc utilizou ou a temp ambiente para carbonatar.
    Depois disso mantenha-as em geladeira preferencialmente abaixo de 2 graus celsius.
    Se envasa por contrapressão utilizando o Green Filler produzido por nós pode enviar diretamente para a geladeira após o envase.
    O tempo de vida da cerveja é de 6 meses quando pasteurizada ou quando mantida gelada o tempo todo abaixo de 2 graus.
    Fora da geladeira e sem pasteurizar fica difícil afirmar esse prazo, pois dependerá muito do seu processo, se TUDO foi bem feito e se não faz priming pode durar um ou dois meses fora e sem pasteurizar, mas se houver muito depósito devido ao priming a cada semana sua cerveja estará diferente, por vezes melhor mas quase sempre piorando.
    Abs.,
    Breda

    ResponderExcluir
  20. Breda, muito bom seu blog!

    Seguinte, to na minha primeira cerveja caseira, uma india pale ale, ja esta terminando de fermentar a 20ºC, a duvida é na maturação e envase.

    Vou passar para outro balde, sem levar a lama, devo deixar em qual temperatura e por quanto tempo? Alguns dizem que tem que baixar a temperatura aos poucos, outros que é somente baixar a temperatura.

    Depois de maturar, vou fazer priming na garrafa, pelo que andei lendo por ai, é só esperar carbonatar e esta pronta. Mais em qual temperatura devo carbonatar?

    Pesquisando na net, percebi que não ha um padrão de fabricação especifico, cada um faz de um jeito.

    Se puder me dar uma ajuda nessa parte de maturação e refermentação, com tempos e temperaturas, ficarei grato.

    Abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tudo bem Evandro?
      Esse é o problema, muita gente escreve na Net o que faz e na maioria das vezes julga que faz o certo, mas infelizmente tem muita coisa incorreta por aí.
      O ideal é fazer a maturação a uma temperatura 30% menor do que a que você utilizou na fermentação. Logo, se fermentou a 20 graus celsius você deve maturar a pelo menos 14 graus.
      Depois de um período que você definirá nas suas cervejas e que em geral é de 8 a 10 dias você pode baixar a temperatura de maturação para 0 diretamente. Isso servirá para decantar mais um pouco as leveduras que ainda estão na cervja e deixarão sua cerveja bem mais límpida.
      DICA: mature em baldes ou galões com fundo chato, são mais eficientes nesta fase do que os cônicos.
      Já a SECUNDÁRIA, ou seja a carbonatação na garrafa pelo processo de priming, deve ser feita a mesma temperatura usada na fermentação primária, no seu caso, 20 graus.
      Coisas muito diferentes disso, na boa, desconsidere.
      Abs.,
      Breda

      Excluir
  21. Ola.
    Fermentei uma Ale durante 10 dias a 20°, e passei pra outro balde pra maturar.
    A densidade estava como esperada.
    Porém estão saindo algumas bolhas do airlock na maturação.
    Maturação a 9°.
    É normal sair bolhas na maturação ?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olha só meu amigo, a maturação é uma "fermentação fina" na opinião de muitos, logo pode haver a liberação de CO2 em volume suficiente para algumas bolhinhas sim. O que não deve ocorrer é um borbulhamento excessivo. Se isso estiver acontecendo, das duas uma, ou a fermentação primária não foi completa ou pode estar contaminada e outro microrganismo está atuando aí nesse momento em que a saccharomyces parou.
      Observe o aroma e o sabor da cerveja.
      Abs.,
      Breda

      Excluir
  22. Bom dia,
    comecei neste hobby e fiz uma cerveja com extrato de malte da brewferm,
    fiz a gold que terminou a fermentação em 4 dias transferi para outro balde retirando o residual fiz o priming e engarrafei, deixei 10 dias na temperatura da fermentação e agora levei para a geladeira na temperatura de 8º a 4º e vou deixar mais umas 3 semanas.

    Você acha que essa sedimentação que esta ocorrendo na garrafa por não ter feito a maturação em balde pode prejudicar?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Como vai marcelo?
      Pode sim em duas coisas, uma na aparência e sabor a medida em que ao servir a cerveja você enviará parte desse depósito de leveduras para o copo.
      E segundo, mas bem pior, poderá haver autólise de leveduras nessas garrafas e aí sua cerveja já era.
      Abs.,
      Breda

      Excluir
  23. Mestre Breda, estou lendo muito material antes de comprar meu equipamento para fazer minha primeira IPA. Já li seu espetacular blog de cabo a rabo e estou com uma dúvida quanto a maturação. Não tenho uma geladeira para colocar o balde de maturação e controlar a temperatura. Vi na web um pessoal colocando o fermentador dentro de um cooler com gelo. Isso funciona ? Se tirar do fermentador a lama que fica no fundo, posso tampar o balde de maturação ou devo usar o airlock?
    Obrigado e parabéns pelo Blog.
    Abcs.
    Ortiz.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fala Marcão.
      Pode usar sim, o problema do gelo é manter a temp estável no valor desejado, mas é melhor do que ficar na ambiente.
      Pode tirar a lama e manter no mesmo balde sim e tampar, mas mantenha a temp baixa. Caso queira manter o airlock também, nao há problema, o que vc pode é perder algum aroma, mas ok.
      Abs.,
      Breda

      Excluir

Muito obrigado por seu comentário! O Blog "Breja do Breda" é feito pensando em você!