CONHEÇA NOSSAS CERVEJAS

Conheça nossas cervejas ............................ Tira dúvidas .. 1 .. 2 .. 3 .................... Adquira seu Equipamento ............................ Fórum

Como usar seu KEG .. 1 .. 2 .. 3 .. 4 .. 5 .. 6 .. 7 ............ Calcule seu Priming ................ Processo Cervejeiro .. 0 .. 1 .. 2 .. 3 .. 4 .. 5 .. 6 .. 7 .. 8

............................ Encomende seus Kits e Copos ............................

sábado, 21 de novembro de 2009

España

Até Madrid nada de mais, lá nem todo mundo pede a marca de cerveja que está bebendo, entra num bar, senta, pede uma "caña" e pronto, lá vem uma "loira" acompanhada de "Tapas" para beliscar (sempre de graça!!!), pede a segunda e voilá, não é que vem outra cerveja, as vezes diferente da primeira e melhor e mais beliscos, cada vez melhores também, e assim vai. Verdade que há muitos lugares onde você sabe e pede o que quer beber, sejamos justos, mas no geral o pessoal não se importa muito não, pra confirmar isso basta verificar nas praças onde os "chinos" ficam vendendo "Mahou" (a vermelha é ruinzinha... a verde até dá pra tomar gelada), mas na madrugada vai, pois depois das 03h nada de bar aberto. Achou tarde???...num lugar onde até as 22h tem sol no verão e faz 38°C até as 20h é cedo para fechar um bar.

Em Madri visitamos museus e vários bares, omos ao museu do Prado ver um quadro de Diego Velázquez 'A Rendição de Breda' na Holanda, mas o que o madrileño faz mesmo nos finais de semana de calor é ir ao parque, já que não tem praia, assim, lá fomos nós ao parque "El Retiro", o lugar é bastante agradável e fica transbordando de gente, famílias, casais, grupos de amigos, bandas improvisadas, rodas de samba e batuques diversos além de grupos de malabares.


Nesta foto meu irmão Tadeu pratica suas habilidades "malabarísticas". Foi um período muito legal, conheci muita gente do círculo de amizades dele, pessoas bem legais e que ficaram na memória. Tomamos muita cerveja, passeamos muito e andamos a pé "pra cachorro", também não esquecerei do "futebol" que jogamos com um sapato pelas ruas de Madri numa madrugada...voltamos por instantes a uma infância que não tivémos juntos, já que temos 13 anos de diferença de idade.
Visitamos também cidades nos arredores de Madri, Segóvia e Toledo, falemos sobre elas depois...para quem curte cidades medievais são passagem obrigatória.

terça-feira, 17 de novembro de 2009

Visitando o velho mundo...

Resolvi, depois de muito analisar as alternativas, que faria uma viagem à Europa. Pois é, há muito tempo desejava conhecer alguns lugares, mas a oportunidade ainda não havia aparecido. Meu irmão mais novo estava na Espanha há quase um ano estudando e diante da chance de ficar alguns dias com ele, somada a possibilidade de viajarmos juntos, elaborei um pequeno roteiro dos paises que queria conhecer e planejei minha ida a Madri. Houve uma mudança entre planejado e realizado, mas tudo bem...

O roteiro original era:

Espanha - Holanda - Bélgica - Rep. Tcheca - Alemanha

Contudo, devido a algumas circunstâncias, ficou assim:

Espanha - Holanda - Bélgica - França

Detalhando nosso itinerário:

São Paulo-BRA - Madrid-ESP
Madri-ESP - Eindhoven-NED
Eindhoven-NED - Berkel-Enschot-NED
Berkel-Enschot-NED - Breda-NED
Breda-NED - Brussels-BEL
Brussels-BEL - Tournai-BEL
Tournai-BEL - Lyon-FRA
Lyon-FRA - Madrid-ESP
Madrid-ESP - São Paulo-BRA

Cada trecho possui alguma história pra contar, a maioria envolvendo cerveja, uma ou outra castelos e ruínas, mas a melhor de todas foi Bruxelas...ahh...que saudade...volto assim que puder...

Detalharei cada um deles a partir de agora.

Prosit!!!

domingo, 15 de novembro de 2009

E descobrimos a melhor feira do Brasil!!!

Agosto de 2007.

Como sempre, por acaso, vasculhando a internet numa noite qualquer, procurando oportunidades e informações sobre cerveja, me deparo com um site interessante http://www.brasilbrau.com.br/, ao acessar descubro a existência de algo bem legal e oportuno.

Mostrei ao pessoal e lá fomos nós (Fábio, Irapuam e eu) para conhecer esta que na minha modesta opinião, é a melhor feira do Brasil. Não ficamos famosos, mas aparecemos até na Globo News...não acredita???...clique aqui para ver...quem nos conhece poderá verificar aos 3:08 minutos de reportagem onde aparecemos por longos quase dois segundos...

Conhecemos naquele ano várias cervejarias novas (para nós) como a Backer e a Bierland, vimos muitas alternativas para pequenos empreendimentos e conversamos com vários expositores e empresários, pois novamente a possibilidade de montarmos algo florescia.

Para mim essa feira foi muito importante, pois tomei contato com "A Cerva", não...não é somente um apelido para cerveja, é uma associação presente em vários estados do Brasil, vale a pena conferir. Lá percebi que muita gente já estava nessa de fazer cerveja em casa e isso me animou ainda mais...

Pena a feira acontecer somente a cada dois anos...pena mesmo!!!

sexta-feira, 13 de novembro de 2009

E veio o MBA...

Eis que surge uma oportunidade de fazer MBA na FGV..."peraí"... e o que isso tem a ver com a cerveja? Na verdade tem e muito, logicamente eu não imaginava que haveria alguma conexão, mas no decorrer daqueles dois anos de "viagens" entre Santa Cecília e Alphaville, sempre revezando o volante com o amigo Irapuam, acabamos por cruzar mais uma vez o caminho que poderia nos levar ao "Território da cerveja".


Quem já fez um MBA (ou algo parecido) sabe que existe aquela coisinha legal chamada TCC, e adivinhem? Isso mesmo!!! Como o tema do trabalho era livre escolhemos algo sobre cerveja, obviamente o trabalho foi sério e considerou todas as matérias aprendidas durante o curso e foi de grande valia para aplicarmos os conceitos de Gestão Estratégica que nos foram repassados.


Nascia o segundo embrião (ou segunda tentativa) de colocar o sonho em prática e, em uma aula de Análise do Valor no primeiro módulo com o professor Martius surge a Ourbeer®. Foi o nome de batismo dado pelo Naka a uma empresa fictícia que nos acompanharia por todo o curso.


Entre churrascos na casa do Chico em Alphaville, almoços na casa do Mauro em Santana, aulas, provas e pesquisas o TCC foi tomando corpo e, é claro, a vontade de transformar a idéia em negócio também. Mais de 100 páginas, um plano financeiro completo, ROI de 18 meses, Comunicação visual e plano de marketing definidos...tiramos nosso 10 (dez) no final do curso, mas infelizmente somete 3 dos 5 prováveis sócios estavam decididos a continuar, contudo, 2 dos 3 somente topariam se todos os 5 aceitassem o desafio...logo...mais uma vez "alone in the dark", porém algo me dizia que havia "uma luz no fim do túnel"...

Pesquisas e projetos!!

Pois é, acabei ficando sozinho na jornada em busca do "ouro". Sorte ser uma pessoa persistente, caso contrário teria acompanhado meus colegas de "W.O." e nunca chegaria a produzir cerveja.
Não sei quantas vezes entrei na loja de equipamentos para cozinha industrial naquela ruazinha perto de Santa Cecília (centro de São Paulo) para fazer orçamentos. Também perdi a conta de quantos desenhos de um sistema de produção que aproveitasse o calor, a água quente, a gravidade, enfim, foi a vontade de criar algo novo e melhorar o equipamento que havia visto no curso que me manteve focado nesse objetivo.
Aqui deposito um dos meus desenhos, já com pedido de patente em trâmite, para a produção caseira de cerveja, aparentemente é o mesmo conjunto de caldeirões que todo mundo que faz, fez ou viu fazer cerveja já conhece, contudo, com algumas "modernidades" que o tornam semi-automático para facilitar o trabalho braçal. Ainda levarei algum tempo construindo o protótipo, mas essa é uma história para alguns capítulos a frente.

Prosit!!!

domingo, 8 de novembro de 2009

Segundo Round!!!

Retornamos do curso com muitas idéias e alguns sonhos esboçados, afinal pareceu termos encontrado a peça que faltava para nossa alternativa de negócio próprio, já que todos nós (os quatro aprendizes: Fábio, Felipão, Marcos e eu) há algum tempo falávamos em montar um bar para ir, aos poucos, criando uma alternativa viável para o futuro.

Croquis de equipamentos, receitas, sites, se iniciava uma febre que para alguns foi momentânea, mas felizmente para mim não, já que dois meses depois Felipão e eu voltávamos a Campinas para degustar aquela que teria sido nossa primeira experiência na fabricação de cerveja.

Realmente a cerveja ficava muito boa, a que produzimos no curso, uma Golden Ale, estava deliciosa, os 15 litros duraram cerca de 20 minutos, sorte haver mais um barril de 15 litros de cerveja escura para abastecer o evento e saciar a sede dos participantes.

Voltamos para São Paulo transbordando idéias uma vez mais, mas parou por aí, os três mosqueteiros desistiram e abandonaram D'Artagnan à sua própria sorte.

sexta-feira, 6 de novembro de 2009

Origens!!!


Minha "saga" começa nos idos de 2005, ano em que por descuido acabei por acessar um site sobre cerveja artesanal, o site? http://www.cervejaartesanal.com.br/ do amigo Afonso Landini.
A idéia de se produzir cerveja em casa, no fogão???...com panelas e baldes...foi no início algo para se desconfiar, mas eu e outros três amigos decidimos "pagar" (literalmente) para ver, e lá fomos nós para Campinas, interior de São Paulo decididos a descobrir os segredos da transformação do malte em "ouro".
No curso surge o embrião do que pretendo, em pouco tempo, transformar em uma cervejaria, ficamos fascinados pela simplicidade do processo que, embora cercado por detalhes e segredos, não é algo complexo, sem deixar, contudo de ser envolvente e desafiador.
Ainda no mesmo dia tivemos o prazer de saborear uma cerveja artesanal, turva, encorpada e para nossa felicidade abundante se pensarmos na relação litros/pessoa...difícil foi acreditar que o que estávamos ingerindo havia sido produzido da mesma maneira que pouco antes experimentamos fazer durante o treinamento, boas horas passamos naquele quente sábado de abril.
O registro dessa "debutancia" está publicado no site "A Turma" na seção de fotos, participamos do terceiro grupo, quase desbravadores... "ver fotos".
Prosit!!!
Cerveja Artesanal Cerveja Experimental Armonizações Turismo cervejeiro Equipamentos para cerveja caseira Dicas de cerveja Bares Cervejarias Oktoberfest Análise sensorial Processo caseiro de produção de cerveja Belgica Holanda Trapistas Mergulho Densidade Garrafas

Inauguração!!!

Seria interessante explicar um pouco do real motivo que me levou a criar esse espaço, mas não sei ao certo se alguém vai ter muita paciência para ler, portanto, em poucas palavras, o fascínio pela história desta maravilhosa bebida de tantas faces e o desejo de contar aos interessados em iniciar neste que considero um "Ramo da Alquimia" (por assim dizer), combinado com um ingrediente inevitavelmente presente nos nossos dias, o famigerado "stress". Tal combinação resultou na decisão de depositar aqui minhas alegrias advindas do fabrico de Cerveja Artesanal.
Que seja este um local onde possamos trocar informações e enriquecer a experiência de se apreciar a boa cerveja.
Prosit!!!